PULGA NOS GATOS

transferir (1)A pulga do gato é geralmente a principal causa de problemas cutâneos nos nossos gatos. Esta pulga é um pequeno inseto áptero e de forma plana que se nutre de sangue do felino para viver e reproduzir-se na mesma pelagem. Este parasita não afeta apenas os gatos, mas também os cães e a outras 50 espécies de mamíferos por todo o mundo.

 

A sua picada provoca fortes comichões no animal que levam o gato afetado a coçar-se com força, geralmente até causas dano a pele. No caso de ser um gato pequeno que padeça deste parasita, este pode chegar a sofrer anemia grave pela sucção do seu sangue, pelo que nos seus primeiros meses devemos ter mais cuidado. Muitos gatos podem sofrer igualmente de reações alérgicas.

Para comprovar se o nosso gato tem pulgas o ideal é passar um pente fino pela base do rabo e deixar cair os pelos num papel. Molha o pelo com algumas gotas de agua e depois raspa o pelo com as unhas, se vires aparecer um rasto vermelho, é porque o pelo tem pulgas. Igualmente poderá ver na sua pelagem umas pequenas bolas pretas, que são os excrementos das pulgas.

É normal que a pulga dos gatos apareça desde a primavera até ao verão. Esta reproduz-se mais rapidamente com o calor e a humidade e o seu ponto culminante é o fim do verão.

Tenha também cuidado porque a pulga dos gatos e os seus ovos podem infestar o ambiente em volta. Pouco a pouco caiem do animal em qualquer sitio (tapetes, moveis, gretas no chão, etc.) e são capazes de crescer ali também, voltando posteriormente ao animal, Novas gerações de pulgas podem chegar desta forma, assim que o animal apanha este parasita temos que tomar medidas em toda a casa.

E agora surge a dúvida sobre como limpar a casa de pulgas, não é? Vamos resolver esse problema. A primeira coisa que devemos fazer é passar o aspirador completamente por toda a casa e deitarmos fora o saco quando acabarmos. Também devemos limpar com agua quente com sabão todos os recantos da casa onde o gato possa ter passado, alem da roupa da cama de toda a família.

Em casos graves devemos utilizar inseticida (ler muito bem a etiqueta e seguir muito bem as recomendações) Em sítios como portas, janelas, etc. para impedir que as pulgas entrem em casa. Para uma maior proteção trata das zonas exteriores onde o gato se encosta ou se deita habitualmente.

Existe uma grande variedade de tratamentos anti pulgas em diversas formas, que vão desde coleiras feitas de espuma, até a pulverizadores aerossóis que se aplicam na pele do gato. Todos estes tratamentos devem ser usados com precaução seguindo todas as recomendações.

Geralmente não são aconselhados em gatos com menos de 3 meses e em período de lactação, e muito menos numa gravidez. Também existem tratamentos que se aplicam de forma oral ou através de injeção, que provocam que o sangue seja toxico para as pulgas.

fonte

gatosmania

Anúncios