DIARREIA NO GATO

Como saber se a diarreia do seu gato é algo mais grave?

Quando o número ou o volume de evacuação aumenta e a consistência das fezes fica pastosa, denominamos dGATO-URINANDO-NA-PRIVADAe diarreia. O intestino do animal funciona normalmente absorvendo e também eliminando substâncias e líquidos. Quando há alguma alteração, começa um desiquilíbrio entre essa absorção e eliminação, resultando em uma diarreia. Assim como nos humanos, a diarreia em gatos pode ser de aparecimento agudo, ou seja, ela aparece de repente e não dura mais do que alguns dias, mas como saber se a diarreia do seu gato é algo pior?

Para entender um pouco sobre quando pode não ser algo tão comum, é preciso pensar que há diversas doenças relacionadas que apresentam, além da diarreia, outros sinais clínicos.

Causas de diarreias em gatos

Doenças como verminoses, giardíase, diabetes, infecções, entre muitas outras, apresentam a diarreia como sinal, então é preciso estar atento.

Nos gatos, por exemplo, a diarreia é algo muito comum e existem diversas causas. Em gatos ainda filhotes, parasitos intestinais podem ser os grande vilões.

Os sinais apresentados nos animais com diarreia por causas parasitárias, como verminoses, coccidiose, ancilostomíase, criptosporidiose e giardíase, são:

  • perda de peso;
  • diarreia;
  • crescimento deficiente;
  • sangue nas fezes;
  • fraqueza, desidratação;
  • alteração de cor das fezes.

A causa pode estar nas mudanças alimentares, alimentos em excesso, viroses e também por parasitas que podem causar diarreias tão fortes quanto se fosse por virose e com um aspecto pastoso e amarelado.

Gatos adultos podem ter esse sinal devido às mesmas causas que os gatos ainda filhotes, mas os adultos também podem apresentar patologias como doença renal ou hepática, pancreatites, deficiência no funcionamento da glândula adrenal, tumores intestinais entre outros. Nesses casos, porém, a diarreia está associada a outras manifestações, sendo considerada apenas um sinal.

As doenças ou condições que têm como causa a diarreia podem ser:

  • bolas de pelo ou objeto estranho que causa um bloqueio;
  • toxinas;
  • mudança na alimentação;
  • sensibilidade ou intolerância alimentar;
  • doença inflamatória  intestinal;
  • obstrução intestinal;
  • doença hepática;
  • doença renal;
  • hipertireoidismo;
  • diabetes mellitus;
  • pancreatite;
  • doenças intestinais;
  • infecções fúngicas.

O médico veterinário precisará saber se seu gato é vacinado, pois a principal doença viral que causa diarreia e pode ser prevenida com vacina é a panleucopenia.

Ao dedetizar a sua casa, nunca coloque venenos e iscas para ratos ou baratas em locais que os seus animais tenham acesso, tome muito cuidado. Caso você perceba que o seu animal teve contato com o veneno ou mesmo o ingeriu, não o medique sem o conhecimento de um médico veterinário, isso pode ser muito perigoso. Nunca use medicamentos indicados para humanos em animais, pois as doses não são as mesmas, e existem muitos medicamentos que não são indicados para os animais.

Para tirar dúvidas em caso de sinais diferentes, entre em contato imediatamente com um médico veterinário. Aqui, no AgendaPet, você encontra os melhores médicos veterinários do seu bairro, com perfil detalhado e avaliação dos clientes. Agende uma consulta agora mesmo, pela Internet. Assim, fácil e seguro.

Outro tipo de diarreia é a de origem psicogênica. Um exemplo é pela ausência ou morte de uma pessoa muito querida ao gato, mudanças ambientais e até mesmo mudança na rotina da casa pode estressar o gato e causar uma diarreia. Se você perceber esse problema no seu bichano, leve-o imediatamente a um médico veterinário para que possa detectar quais são as causas para medicá-lo o quanto antes, afinal, a diarreia quando não tratada pode ocasionar uma desidratação intensa e levar o seu bicho de estimação à morte.

O que fazer ao perceber sinais de diarreia em seu gato

Antes de ir ao médico veterinário, verifique os demais sinais para tomar as devidas precauções.

Antes de levá-lo ao médico veterinário, o que eu posso fazer em casa para ajudar o meu bichano?

Verifique se a diarreia em seu gato vem acompanhada dos seguintes sinais:  vômitos, febre, dores, presença de sangue, perda de peso, letargia, depressão, perda de apetite, desidratação, esforço ao fazer um movimento intestinal, excremento com mau cheiro ou qualquer outra anormalidade.  Não ofereça nenhum alimento lácteo (leite, iogurte etc.) para o seu animal e, caso não passe a diarreia em um dia, procure um profissional.

Atente-se à desidratação do seu bichano, pois ele perde muita água quando está com diarreia. O sinal comum da desidratação é a gengiva seca ou pegajosa, ou seja, a gengiva do gato tem de estar escorregadia e úmida. Você também poderá verificar a hidratação do seu gato beliscando a pele (com muito cuidado) do seu animal em vários pontos. Ao beliscar, verifique se a pele dele volta ao normal rapidamente. Se demorar a voltar, então é sinal de que o seu bicho de estimação está sofrendo de desidratação.

Para hidratar o seu animal, leve-o imediatamente ao médico veterinário, pois todas as medidas caseiras não são suficientes para reverter esse quadro, ofereça muita água até a chegada ao médico.

Se houver quaisquer dúvidas sobre como saber se a diarreia do seu gato é algo mais grave, não deixe de consultar um médico veterinário. A diarreia pode ser um problema menor, mas também pode significar uma doença de maior risco.

 

Texto revisado por médica veterináaria  Thays Mizuki Lucas

Fonte

agendapet

Anúncios