09 – PERIGOS

image.0276Perigos de criação

Criar animais nem sempre é fácil, muitos criadores podem dizer suas experiências ruins. Quase todos criadores experientes tiveram situações difíceis uma ou duas vezes. Filhotes podem morrer, fêmeas podem se tornar seriamente doentes ou eles talvez podem morrer ainda jovens. Por sorte, isso não acontece com freqüência, mas por favor tenha em mente que toda gravidez é um risco tanto para a fêmea quanto para os filhotes.

Perigos para a fêmea

Como mencionado acima, algumas vezes complicações fatais ocorrem durante a gravidez ou o parto. A fêmea pode ter problemas quando um dos filhotes for muito grande ou ele ficar preso na hora de sair. Isso também pode acontecer com aqueles que ficarem tortos dentro do útero (chamado de torcimento uterino), assim os filhotes não podem nascer, e a fêmea assim como os filhotes morrerão se o problema não for identificado rapidamente pelo veterinário. Eclampsia pode-se desenvolver antes ou depois do parto que aumenta o risco da fêmea e/ou os filhotes não sobreviverem. Por sorte na maioria dos casos tudo ocorre bem, e esses exemplos mencionados acima são exceções.

Perigos para os filhotes

Os filhotes podem certamente ficar doentes também. Isto pode variar de um ocasional olho manchado por uma infecção bacteriana com severas conseqüências. Depois disso, os filhotes podem adquirir problemas enquanto eles exploram o mundo. Não seria a primeira vez que um filhote morde um fio elétrico e toma um choque. Um pequeno buraco ou rachadura atrás dos móveis é também muito interessante para os filhotinhos. Acontece regularmente que os filhotes caminham para esses pequenos espaços onde eles não podem sair sem ajuda. Caixas pesadas também podem ser um perigo. Gatinhos são curiosos como bebês humanos, eles colocam tudo em suas bocas e eles querem provar de tudo. Podem causar problemas de obstáculos internos com terríveis conseqüências. Então é melhor usar bolinhas de madeira ou caixas leves como maternidade para deixar os filhotes.

fonte

pawpeds