06 – DEFEITOS GENÉTICOS

gato_2cabecasDefeitos genéticos aparecem em todas as criaturas vivas. Alguns defeitos são muito simples enquanto outros ameaçam a vida. Defeitos genéticos ou hereditários não são o mesmo que defeitos congênitos. Defeitos hereditários são passados pelos pais para os descendentes. Defeitos congênitos podem ser genéticos, mas eles também podem ser causados por influências externas. Se a mãe ficar doente durante a gravidez, ou se ela está exposta a substâncias tóxicas durante a gravidez, isso pode influenciar no crescimento e desenvolvimento do embrião.

Se uma ninhada de filhotes nasce e alguns dos filhotes apresentam anormalidades, você pode sempre contar que elas são congênitas ou hereditárias. Quando todos os filhotes afetados têm a mesma anormalidade (rabo torto, por exemplo) então é muito provável que seja hereditário. No entanto, se a ninhada tem vários filhotes com anormalidades, mas as anormalidades são todas diferentes (um filhote com rabo torto, um com o céu da boca fendado, e um com coluna vertebral fissurada por exemplo) então é provável que essas anormalidades foram causadas por fatores externos. Os filhotes dentro do útero não estão no mesmo estágio de desenvolvimento ao mesmo tempo. Então quando uma fêmea grávida entra em contato com uma substância tóxica, o envenenamento afetará todos os filhotes. Isso pode causar diferentes efeitos para cada filhote.

Traços hereditários são divididos em genes dominantes e recessivos. Isso significa que se você receber um gene dominante ou recessivo para um traço, o gene dominante será visível e o recessivo será suprimido. Isso faz de você um transportador de traços que engana nos genes recessivos.

Existem defeitos ligados ao sexo, e defeitos que não são ligados ao sexo. Os defeitos não ligados ao sexo são chamados “autossômico”, os ligados ao sexo são chamados “X-ligado”. Isso é porque defeitos ligados ao sexo estão localizados no cromossomo X, as fêmeas têm dois cromossomos X enquanto o macho tem um. Quando um defeito é recessivo e ligado ao sexo, então os machos têm uma chance maior que as fêmeas de contrair doenças. Fêmeas têm que ter o gene recessivo nos dois cromossomos X para desenvolver o defeito, enquanto os machos só precisam ter o gene recessivo no seu único cromossomos X.

Algumas doenças hereditárias são específicas de cada raça, outros ocorrem em mais que uma raça e até em mais que uma espécie. Embora que digam que algumas raças tenham um determinado defeito genético com freqüência, isto nem sempre é verdade. È possível que a doença seja encontrada em apenas uma ou duas raças (relatadas), mas pode ser também que criadores da raça “A” façam exame de uma certa doença, e criadores da raça “B” não examinem seus animais. Isto automaticamente significa que animais afetados são encontrados mais na raça “A” do que na raça “B”. Mas isso não significa que este defeito não aconteça na raça “B”, e que a raça “B” é mais saudável que a raça “A”. Os criadores da raça “B” podem nunca estarem certos se sua raça tem ou não defeito. Apesar disso eles não fazem exames deste defeito.

Examinando defeitos

O exame de defeitos deve sempre ser realizado por um veterinário ou especialista experiente. Se você está apenas interessado em um exame rápido e visita o “veterinário da esquina”, você pode também jogar seu dinheiro no banheiro. Atualmente muitos veterinários especializam-se em diferentes assuntos, então tente encontrar um veterinário que é especializado no defeito que você quer que seu gato seja examinado, e preferencialmente um que tenha bastante experiência nessa área.

Quando você levar em consideração comprar um filhote de um criador, é sempre sábio perguntar pela saúde dos pais. O criador examinou seus animais sobre os defeitos que ocorrem nessa raça? Se não, por que não? Se sim, peça pelas cópias dos resultados dos exames. Pedir provas pode parecer suspeito, mas infelizmente alguns criadores não irão evitar mentir sobre os exames, ou sobre o resultado deles. Um criador que não tenha nada a esconder, se mostrará feliz em lhe mostrar os resultados dos exames.

No futuro mais e mais exames genéticos estarão disponíveis, a marca genética de alguns defeitos/doenças já foram encontradas, os cientistas estão procurando por marcas genéticas de outros defeitos.

fonte

pawpeds