MEU GATO ARRANHA

arranhador_gato_afppetA arranhadura de objetos é uma reclamação constante dos donos de gatos. Para evitar isso, devemos entender o que se passa com nosso bichano para que as medidas de controle sejam efetivas.

A arranhadura pode ter propósitos diferentes, dependendo do contexto onde ela está colocada: pode ser uma forma de brincadeira, uma maneira de “afiar” as unhas ou um tipo de marcação territorial. Como marcação territorial, ela funciona visualmente e olfativamente, já que o gato pode liberar feromônios na arranhadura de objetos.

O ideal é educar o gato desde a chegada em casa, sempre estimulando o uso dos arranhadores, oferecendo diferentes modelos para que ele possa escolher o seu preferido. Para ajudar, pode-se usar spray de catnip nos arranhadores ou prender brinquedos recheados com a erva, para que o gato se sinta atraído ao arranhador.

No entanto, nos casos onde a arranhadura já acontece há bastante tempo, precisamos entender o contexto. Saber se o gato usa também arranhadores, se também faz marcação com urina e fezes e se algo aconteceu na época em que ele começou a arranhar ajudam a diferenciar brincadeira de marcação territorial.

No caso de marcação, precisamos entender o motivador para isso (mudanças de casa, introdução de novos membros, mudança na rotina do dono) e trabalhar para tornar um ambiente menos hostil ao gato, usando enriquecimento ambiental e reaproximação entre membros, por exemplo. Além disso, o uso de terapia com feromônios pode ser benéfico, usando o produto diretamente no objeto danificado e oferecendo um arranhador com catnip por perto. A feromonioterapia funciona nesses casos, pois o produto usa um feromônio sintético similar à fração do feromônio facial dos felinos antagonista à marcação de objetos.

Outra opção para prevenir arranhaduras ou ajudar na correção do comportamento é usar plástico filme no local arranhado, pois o gato não gosta da sensação do plástico aderindo à pata dele. Mas não esqueça que é essencial deixar arranhadores disponíveis para o gato em locais visíveis!

Gatos não castrados sempre tem maior tendência à marcação territorial. Por isso a castração, tanto de machos quanto de fêmeas, pode ajudar a reduzir a arranhadura a objetos.

Nos casos em que a arranhadura é causada por problemas territoriais como a superpopulação felina, é difícil reverter o quadro, pois mesmo um trabalho intenso de enriquecimento ambiental e adequação do espaço e manejo podem não ser suficientes para adaptar todos os felinos à situação.

fonte

blogfelino