GUIA DOS SINAIS CORPORAIS E VERBAIS

Gato-da-BotasAh, se meu gato falasse!”, é o desejo de dez entre dez donos de gatos. Os bichanos não falam, mas são bastante expressivos. Ao prestar atenção no seu comportamento diariamente, na maioria das vezes dá para entender qual é a intenção do gato naquele momento. Geralmente alguns sinais emitidos pelo gato são bastante comuns, além de fáceis de identificar. Manifestações de amor, agrado, dor, raiva, fome e até mesmo pedidos de atenção de um gato carente! Sim, eles manifestam todos esses sentimentos.  Abaixo, segue um pequeno guia dos sinais corporais e verbais mais comuns emitidos por gatos, e seus significados.

A cauda

Gatos utilizam muito a cauda como meio de expressar-se, além dela servir como ponto de equilíbrio corporal. Os gatos “falam” muito, através da cauda; ao balançar a mesma suavemente, significa contentamento; cauda eriçada e de pé significa atenção, percepção de intruso, irritação; quando o gato começa a bater a cauda de um lado para o outro, quer dizer que ele está impaciente, bravo e pronto para brigar! Cauda entre as pernas representa medo e insegurança diante da situação.

 O corpo

Ter um gato é ter aulas diárias de expressão corporal: com que elegância e beleza os gatos se fazem entender através de seus gestos! Gato que se espreguiça tem algo de clássico.

Assim, um gato que rola no chão, quer dar a entender que quer brincadeiras ou carinho; o mesmo quando ele se esfrega no dono, demonstra confiança e contentamento; um gato todo eriçado significa que ele está alerta e em modo de ataque; uma gata quando se abaixa, mas com a parte traseira para cima, é um sinal de que ela está no cio. Gatos com o corpo abaixado e movimentos lentos significam que ele está caçando alguma presa. Se ele fica deitado quieto em algum lugar, pode significar que ele está sentindo medo ou dor. Gatos quando procuram comer mato ou grama, geralmente estão com problemas de digestão.

Quando o gato sobe em você ou se aninha em você, considere como um elogio: ele confia em você e o considera propriedade dele. Antes de deitar, os gatos costumam afofar o lugar e dar voltinhas sobre ele, isso é um resquício de seus ancestrais selvagens, que afofavam a grama para que ela ficasse mais macia e confortável. Outra lembrança de seu tempo selvagem é o costume do gato de procurar sempre se aninhar num lugar alto, que para ele é seguro contra predadores e dá uma boa visão do local.

Miados

Sim, o gato fala! Uma ampla gama de emoções é transmitida através dos seus miados.

Ronronar é sinal de felicidade e contentamento. O mesmo pode ser dito de miadinhos curtos e em tom baixo. Um miado estridente e prolongado significa: não se aproxime! Miados altos e repetidos significam que ele está pedindo alguma coisa, e ele geralmente aponta o que deseja: abrir uma porta, encher a vasilha de água ou comida, ou repartir um pouco da sua comida com ele, geralmente um pedaço suculento de carne!

Tenha certeza, o seu gato tem um jeitinho todo especial de se comunicar com você, observe o seu gato e você poderá descobrir seus segredos!

fonte

enciclopets

Anúncios