COMO SOCIALIZAR GATOS EM CASA

gatos_amigosGatos são animais sensíveis. Muitos deles podem se tornar agressivos com visitas e outros moradores da casa em que habitam, pessoas e animais, por isso é muito importante socializá-los. Através da socialização, os gatos desenvolvem confiança para se relacionar com pessoas e outros possíveis animais que dividam com ele o mesmo ambiente. Além disso, gatos bem socializados geralmente possuem bom comportamento, são amáveis, afetuosos e confiantes. Se você deseja ter um gatinho como animal de estimação ou está se mudando com o seu gato para um ambiente que já é habitado por outros animais, confira as nossas dicas e saiba como socializar o seu gato.

Idade do gato em processo de socialização

Quanto mais jovem o gato, mais fácil será o processo de socialização. Gatos adultos, ainda não socializados, darão um pouco mais de trabalho que os filhotes durante o processo e os resultados, embora sejam alcançados, não serão totalmente satisfatórios. Portanto, se você acabou de adotar um filhote, mantenha-se firme em sua socialização.

Adoção de pares

Nos abrigos de animais para adoção, muitos filhotes terminam se afeiçoando a outros, especialmente se forem membros da mesma ninhada, por isso é bem mais fácil socializar gatinhos adotados em pares, já que estão adaptados entre si. Outro ponto positivo da adoção em pares é que um gato faz companhia ao outro na ausência do dono, diminuindo as chances de desenvolver comportamento destrutivo devido ao tédio por estar sozinho em casa.

A influência do perfil genético

Todos os gatos podem ser socializados, começando pelos mais jovens e indo até os que já estão em idade sexual madura. Gatos que demonstram comportamento amigável e são naturalmente dados a brincadeiras são os mais fáceis de socializar. Mas lembre-se, embora o sucesso da socialização do gatinho esteja associado ao seu perfil genético, quanto mais intenso e contínuo for o processo de socialização, especialmente durante seus dois primeiros meses de vida, maiores e melhores serão os resultados

Como socializar gatos em casa

1. Castração

Caso esteja mudando de ambiente com seu gato adulto para um local onde já habitam outros gatos adultos, castrá-los diminuirá a disputa por território e, consequentemente, a possibilidade de agressões.

2. Caixinhas de areia, vasilhas de comida e água

Disponha uma vasilha de comida, uma vasilha de água e uma caixinha de areia para cada gato da casa. Caso o processo de adaptação do gato, ou dos gatos, esteja um pouco mais complicado, disponibilize mais caixinhas de areia, evitando que dois gatos tentem utilizar a mesma caixinha ao mesmo tempo, impedindo agressões e disputas.

Gatos gostam muito de passear em lugares altos. Colocar prateleiras e escadinhas suspensas com caminhas, potes de água e comida diminuirá a monotonia de ficar no chão e evitará o estresse entre eles. Cuide para que o espaço dessas prateleiras suspensas seja estreito o suficiente para abrigar apenas um gato por vez.

3. Brinquedos e utensílios

Gatos são animais muito ativos, portanto invista em brinquedos e utensílios – caminhas, arranhadores, prateleiras e escadinhas suspensas, etc. – para que eles brinquem e se exercitem, isso evitará o estresse e possíveis agressões.

4. Troca de cômodos e ambientes

É comum o confinamento de gatos durante o processo de adaptação. Confine os gatos em cômodos diferentes, depois os troque de cômodo, para que um se acostume ao cheiro do outro. Aproveite esses momentos para apresentá-los a todos os locais da casa.

5. Toque e carinho

Por último e não menos importante, reserve um tempo diário para afagar e brincar com o seu gato. Coloque-o no colo, para que ele perceba que está seguro com você e acarinhe o seu pelo. Muitos gatos sentem prazer nas pontinhas das orelhas, na região da bochecha e ao longo do pescoço, abaixo da boca. Também é importante tocar as gengivas do gato durante a sessão de carinhos, para que ele se habitue e permita a limpeza dos dentes. Dê petiscos ao final das brincadeiras e afagos. Quanto mais o seu gatinho for tocado por você e pelas demais pessoas da casa, mais ele se habituará ao toque e será sociável.

Gatos não socializados geralmente são tímidos, assustados, desconfiados e até mesmo agressivos. Em contrapartida, gatinhos bem socializados são amáveis, afetuosos, confiantes e bem comportados. Mantenha o empenho e tenha paciência no processo de socialização, que pode durar de um a três meses. Caso o seu gatinho não se socialize no período estimado de treino, procure auxílio de um veterinário especializado em comportamento animal. Seja otimista e boa sorte!

fonte

enciclopediapets

Anúncios