COMO LIDAR COM AS BRIGAS ENTRE OS GATOS

Luta-de-gatosOs gatos são animais extremamente sensíveis e territoriais. Não raramente eles se envolvem em brigas e disputas que podem machucá-los bastante, além de estressar e até mesmo ferir o dono. Se você já passou ou tem passado por situações complicadas com o seu gato, confira a seguir uma lista de motivos que levam os gatos a brigar e algumas dicas de como acabar com essas brigas.

Conheça os motivos das brigas entre gatos e suas respectivas soluções

1) Disputa territorial

Como já dissemos, os gatos são bastante territoriais e podem entrar em disputas severas pelo potinho de água, pelo potinho da ração, pela caminha em que dorme, pela caixinha de areia e até mesmo pelos carinhos do dono. Para evitar confrontos por disputa, cada gato da casa precisa ter seus próprios potinhos de água e comida, sua própria caixinha de areia e receber carinho do dono de modo equilibrado. Nada de fazer mais carinho ou brincar mais com um do que com o outro.

 2) Maturidade sexual

Mesmo os gatos que sempre se deram bem podem vir a se desentender ao atingir a maturidade sexual, o que ocorre entre dois e quatro anos, dependendo da raça e do temperamento do animal. Para solucionar o problema, basta submetê-los à castração.

3) Reencontro após a separação

Não é incomum levarmos os gatos separadamente ao veterinário ou ao pet shop para tomar banho. O gato que fica em casa pode estranhar o cheiro do gato que acabou de tomar banho e entrar numa briga com ele devido à estranheza do novo cheiro. Caso haja necessidade de levá-los separadamente ao veterinário ou ao pet shop, esfregue uma toalhinha limpa no pelo do gato que tomará banho e torne a esfregá-la nele ao retornar para casa. Desse modo, o cheiro antigo será depositado em seu pelo e o outro gato não ficará irritado com a mudança de odor.

4) Membro novo na casa

Levar um gato novo para casa pode gerar estresse no gato antigo e terminar desencadeando brigas. Para que isso não ocorra, procure dar tempo a ambos os gatinhos. Inicialmente, deixe-os em locais separados da casa, cada qual com seus potes de água e comida, sua caixinha de areia e seus brinquedos. Faça com que eles se aproximem vagarosamente, e não se esqueça de dar carinho aos dois. Nada de mimar demais o gatinho novo, pois isso pode resultar em desavenças.

5) Problema de saúde

Muitos gatos podem se tornar agressivos ou arredios quando estão com algum probleminha de saúde. Fique atento para as mudanças de comportamento do seu gatinho. Verifique se ele está comendo e bebendo água normalmente, se ele está indo à caixinha de areia para defecar e fazer xixi como de costume e se ele anda mais isolado do que o comum. Se alguma alteração de comportamento for detectada, leve o seu gatinho imediatamente ao veterinário para que ele o examine e identifique o problema.

Dicas

  • Caso seus gatos comecem a brigar, não tente apartá-los com as mãos, porque eles podem machucá-lo. Faça barulho e utilize um borrifador com água para que eles se assustem e, consequentemente, se afastem;
  • Gatos costumam ter memória mais curta que os cachorros, de modo que, se algo os aborrece momentaneamente, um breve afastamento pode fazê-los esquecer a irritação. Então, se os seus gatos entrarem em discussões e pequenas brigas, tente encerrá-los em cômodos separados durante alguns minutos. Se possível, deixe-os em companhia de humanos adultos que possam brincar com eles; isso os deixará calmos.

Como já dissemos, gatos são muito territoriais. Mantenha a harmonia entre os gatinhos da sua casa garantindo que cada um deles tenha seus próprios itens e brinquedos. Dê carinho aos seus animais e nunca se esqueça de que entender os motivos pelos quais eles se desentendem é a melhor forma de saber como ajudá-los. Boa sorte!

fonte

enciclopediapets

Anúncios