COMO FAZER CÃES E GATOS VIVEREM EM HARMONIA

cao e gatoA inimizade entre cães e gatos é algo histórico e marcante no mundo pet. Já foram produzidos vários filmes, desenhos animados e documentários sobre esta relação de apatia que os felinos apresentam contra as raças caninas, e vice e versa. Mas será mesmo que a paz e a harmonia nunca será possível no convívio entre esses animais? Eles serão inimigos eternamente? Ter cães e gatos como bichinhos de estimação realmente não é algo muito simples de administrar, principalmente quando se trata de raças “ariscas” ou “hiperativas”. O segredo é entender qual a natureza de cada espécie, bem como suas necessidades e limitações para que seja possível traçar uma estratégia pacificadora nesta relação que pode se transformar em amizade, brincadeiras e cooperação de ambas as partes.

Porque cães e gatos são inimigos?

Primeiro, vamos entender como é a comunicação dos cães e dos gatos, pois é neste ponto que as brigas e estranhezas entre as espécies acontece.

Cães

O que todas as raças caninas tem em comum, no que se refere à análise comportamental, é o excesso de ciúmes de tudo aquilo que eles acreditam pertencer-lhes: Donos, casa, sofá, brinquedos, etc. Os cães podem até não ser tão carinhosos como os gatos, mas são capazes de fazer sacrifícios na execução das ordens que lhe são delegadas.

Quando os cães estão felizes, abanam o rabo. Quando estão bravos ou insatisfeitos produzem rosnados que por vezes chegam a assustar as pessoas. Esta forma de comunicação natural dos caninos é bem diferente da apresentando pelos gatos, como veremos agora.

Gatos

Já ouviu aquela história de que os gatos “marcam o território” contra qualquer tipo de invasão? Pois é, os felinos são possessivos ao extremo e dificilmente aceitam dividir o seu território com outras raças ou espécies de animais.

Em momentos de felicidade, os gatos ronronam; já quando estão bravos costumam balançar a cauda, e esse é um sinal de alerta para os donos e outros animais de que o gato pode apresentar atitudes agressivas se perceber algum tipo de situação que lhe provoque ameaças.

Perceberam a diferença de comunicação e comportamento entre cães e gatos? Um cão expressa felicidade do mesmo jeito que o gato demonstra raiva, assim como o gesto de alegria dos felinos é o correspondente ao de estresse ou insatisfação dos caninos. Conseguiu ligar os pontos adversos entre estes animais?

Como fazer cães e gatos viverem em harmonia – Dicas

Entendendo as diferenças entre os animais, vamos agora para a etapa prática, pois afinal, como promover a harmonia entre cães e gatos que precisam dividir o mesmo teto?

  • Garanta o espaço de cada um. Nunca coloque o dormitório do gato próximo ao do cachorro, pois um gesto mal interpretado por ambas as partes será o bastante para desencadear brigas e agressões. Deixe o cão dormir no quintal e o gato na lavanderia ou dentro de casa, se você preferir.
  • Evite demostrações de carinho explícitas. Como dito, os cães são ciumentos e certamente poderão estranhar quando você estiver acariciando um gato em sua frente, por exemplo. O ideal é que você trate-os da mesma forma e não privilegie nenhum deles;
  • Não tranque cães e gatos dentro de casa. Ao sair para trabalhar, jamais deixe que os animais fiquem reclusos na parte interna de sua residência, ou do contrário, as chances de brigas serão enormes. É melhor deixar os dois na parte externa da residência, pois os gatos costumam andar nos muros e telhados e assim não haverá o risco de muito contato com os cães.
  • Prefira criá-los ainda filhotes. É muito mais difícil domesticar um animal adulto do que um filhote, e mais ainda será fazer com que um gato e um cachorro criem laços de amizade após os dois primeiros anos de vida. Assim como os bichinhos desenvolvem o carinho por seus donos, eles também podem alimentar a amizade por outros animais com o passar do tempo e esta é uma das melhores formas de promover a relação de harmonia entre eles.
  • Tome cuidado ao dispor o bebedouro e o comedouro dos animais. Você já tentou retirar o alimento de um cachorro durante suas refeições? Se a resposta for sim deve saber o quão perigosa é esta atitude, e não pense que com os gatos a coisa é diferente. Portanto, sempre coloque o reservatório de água e comida dos gatos em locais onde os cachorros não possam acessar e faça o mesmo com as vasilhas dos cães, mesmo sabendo que os felinos são esguios e alcançam qualquer tipo de espaço.

Assim como um pai não deve tratar seus filhos com indiferença ou privilégios para evitar brigas e comportamentos indesejados, os donos de animais de estimação precisam respeitar os limites de cada espécie e buscar formas saudáveis que garantam a convivência pacífica entre os bichinhos, cada qual com suas qualidades e defeitos a serem trabalhados. Boa Sorte!

fonte

enciclopediapets

Anúncios